Dúvidas

Venda

- No Brasil todas as compras de Sidecar, podem ser efetuadas diretamente com o Departamento Comercial da Saidbrasil, através de telefone, email ou whatsapp.
- Para efetuar consultas de preços e condições de vendas, sempre informar o modelo do Sidecar com seu nome completo, de acordo com os modelos apresentados no site, assim como, informar em qual motocicleta será adaptado o Sidecar.
- Os preços dos Sidecars não são iguais, eles variam de acordo com os modelos produzidos.
- A Saidbrasil não efetua a venda da motocicleta, somente do Sidecar.
- A Saidbrasil produz e vende Sidecars para serem adaptadas em motocicletas de 125 a 250, nacionais e importadas, de diversas marcas e modelos.
- A Saidbrasil não fabrica e nem vende Sidecars para motocicletas do tipo "trail".
- A Saidbrasil vende para todo o Brasil e a entrega é efetuada por diversas transportadoras, com preços de frete previamente definidos, o que não impede do cliente efetuar a cotação com uma transportadora de sua preferência e solicitar a coleta através dela.
- O Sidecar também pode ser retirado na Saidbrasil, com agendamento prévio e informações de quem irá efetuar a retirada.
- Com prévio agendamento, o cliente tem a opção de trazer a motocicleta para a Saidbrasil e solicitar a adaptação do Sidecar gratuitamente.

Instalação

- O Sidecar não pode ser adaptado em qualquer motocicleta, pois, algumas marcas/modelos não oferecem os pontos de acoplamento necessários para fazer a fixação do Sidecar na motocicleta.
- A adaptação do Sidecar na motocicleta pode ser feita pelo próprio cliente, pelo mecânico de sua confiança ou por qualquer oficina de motocicletas, autorizada ou independente.
- O Sidecar vem acompanhado de um "kit de adaptação", para ser instalado na motocicleta, para posteriormente ser feita a adaptação do Sidecar na motocicleta.
- O Sidecar também, vem acompanhado de um chicote de fios, para ser instalado na moto, para posteriormente efetuar a conexão com o chicote de fios que vem instalado no Sidecar, através de um plug de conexão.
- O quadro e o kit de adaptação do Sidecar, não são universais, pois, as motocicletas possuem chassis distintos.
- O Sidecar produzido para uma motocicleta de determinada marca/modelo/tipo/CC/ano, nem sempre serve para ser adaptado em outra motocicleta de determinada marca/modelo/tipo/CC/ano.

Legislação

- Pelas normas do Inmetro e do Contran o Sidecar só pode ser adaptado a motocicletas a partir de 125CC.
- No Brasil o Sidecar não pode ser adaptado em motocicletas do tipo Scooter, independente de cilindrada ou de fabricante.
- Nunca houve proibição ou restrição de uso do Sidecar, em nenhum tipo de rua, estrada, rodovia/BRs, sejam estas municipais, estaduais ou federais, com ou sem pedágio.
- O pagamento de pedágio por motocicleta com Sidecar adaptado fica a critério da Concessionária da rodovia.
- A motocicleta com Sidecar pode transitar em todo e qualquer lugar que uma motocicleta sem Sidecar possa transitar, respeitados os devidos espaços laterais que se fazem necessários.
- O transporte de crianças em Sidecar só pode ser efetuado com crianças a partir de 7(sete) anos e que tenham condições de cuidar da sua própria segurança, usando capacete e cinto de segurança. A não observância destes requisitos é considerado infração gravíssima conforme Código Nacional de Trânsito, em seu Artigo 244, Itens II e V.
- É vedado o uso simultâneo de Sidecar e semireboque na motocicleta, conforme Resolução 356/2010.
- A nota fiscal do Sidecar deve estar no mesmo nome em está a documentação da motocicleta, indiferente se a motocicleta esteja em nome de pessoa física ou jurídica.
- Até 30 de Abril de 2008, o Sidecar era documentado independente da motocicleta, ou seja, possuía documento próprio, placa própria, (diferente da motocicleta) e o motociclista tinha que estar portando 02 documentos.
- A partir de 01/05/2008 o Sidecar deixou de ser considerado um veículo individual e passou a ser considerado uma "carroceria" para motocicleta.
- Com a alteração do Sidecar de veículo para carroceria o Sidecar deixou de ter chassi e passou a ter um "quadro", assim como, deixou de ter número de chassi e passou a ter um NIEV (Número de Identificação de Equipamento Veicular).
- O Sidecar não possui chassi, portanto não possui pré-cadastro na BIN – Base de Índice Nacional do DENATRAN.
- O Sidecar possui NIEV (Número de Identificação de Equipamento Veicular) - código 119 (carroceria) e tem cadastro na ANFIR-DENATRAN.
- Estão em vigor desde 29/09/2008, as Resoluções 291/2008 e 292/2008, do Denatran que substituíram e revogaram as Resoluções 261/2007 e 262/2007, que estavam em vigor desde 01/05/08 e que alteraram a forma de documentar o SIDECAR.

- Para o emplacamento do Sidecar há duas possibilidades:

• 1ª – Motocicleta já emplacada, deve seguir as normas da Resolução 292/2008 do Denatran.
Para motocicletas já emplacadas o cliente deverá efetuar um requerimento ao Detran local, apresentando a nota fiscal do Sidecar e o CAT (Certificado de Adequação a Legislação do Trânsito), que são fornecidos pela Saidbrasil. As orientações sobre o requerimento, a nota fiscal e o CAT são enviados junto com o Sidecar.

• 2ª – Motocicleta que ainda não foi emplacada, deve seguir as normas da Resolução 291/2008 do Denatran.
- Para motocicletas que ainda não foram emplacadas o cliente deve informar para a Saidbrasil o nº do chassi da motocicleta, para que a Saidbrasil possa efetuar a inclusão do Sidecar junto ao chassi. Para providenciar a documentação da motocicleta com o Sidecar o cliente deverá levar a nota fiscal da motocicleta, a nota fiscal do Sidecar e o CAT ao Detran local.

- O Sidecar terá uma placa idêntica ao da motocicleta em que será adaptado.

Transporte de Gás e Água Mineral

- O transporte e entrega de gás de cozinha (P13) e de galões de água mineral com motocicletas está autorizado somente com o Sidecar adaptado.

- A Lei 12.209 de 29/07/2009, que regulamenta os serviços de mototáxi e motoboy, em seu Artigo 139-A, Item IV, § 2º, diz que:
"É proibido o transporte de combustíveis, produtos inflamáveis ou tóxicos e de galões nos veículos de que trata este artigo, com exceção do gás de cozinha e de galões contendo água mineral, desde que com o auxílio de sidecar, nos termos de regulamentação do Contran."

- A Resolução 356 de 02/08/2010, do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) que fixa os requisitos mínimos de segurança dos serviços de mototáxi e motoboy, em seu Artigo 12º, diz que:
"É proibido o transporte de combustíveis inflamáveis ou tóxicos, e de galões, nos veículos de que a Lei 12.2009 de 29 de julho de 2009, com exceção de botijões de gás com capacidade máxima de 13 kg e de galões contendo água mineral, com capacidade máxima 20 litros, desde que com auxílio de sidecar."

Informações técnicas do Sidecar

- Vem com instalação de faróis, piscas e luz de freio/placa.
- Não possui freio independente.
- Tem, roda de liga leve aro 14, com cubo reforçado, injetado exclusivamente para a Saidbrasil.
- Utiliza pneus 80/100-14 e câmaras 300-14, iguais aos utilizados nas rodas da motocicleta Honda Biz.
- A calibragem do pneu é de 30 libras com o sidecar vazio ou com pouco peso e de 35 libras com o sidecar carregado.
- Possui suspensão lateral com a utilização de 01 amortecedor reforçado da Motocicleta Honda CB 400.